Fale conosco
Conte-nos um pouco sobre o que está pensando ou precisando
Auxiliamos na Transformação Digital do seu negócio
CRM Inteligente
Nome completo
E-mail
Telefone
O que você espera com CRM Inteligente?
Blog Bytebio
O que é Inteligência Artificial e o que ela pode fazer pelas empresas
Entenda o que é Inteligência Artificial, conheça um pouco de sua história e descubra o que as empresas têm a ganhar incorporando essa tecnologia aos seus negócios.

Neste post você vai ver:

O que é Inteligência Artificial?
IA é um "braço" da Ciência da Computação que, por meio de dispositivos, simulam a a capacidade humana de pensar, tomar decisões e resolver problemas.
Quando começaram os estudos de IA?
Os primeiros estudos surgiram nos anos 40, realizados com o intuito de solucionar problemas em torno da Segunda Guerra Mundial e desenvolver a indústria bélica. Depois, iniciaram-se as pesquisas no ramo da biologia até que, mais tarde, a IA se tornou um hot topic para todas as empresas.
Filmes que falam sobre IA
A ficção científica ajudou na popularização da Inteligência Artificial. Exemplo disso, são os filmes "Eu, Robô", do renomado autor Isaac Asimov, além dos longas "Ela", "AI: Inteligência Artificial", "Uma Odisseia no Espaço", "Matrix" e "Exterminador do Futuro".
Como aplicar Inteligência Artificial nos negócios
Em pesquisa recente – How AI Boosts Industry Profits and Innovations (Como a IA aumenta os lucros e inovações da indústria), a empresa global de consultoria Accenture sugere que, até 2035, a IA tem o potencial de aumentar a produtividade no trabalho em quase 40%.
Como funciona a Inteligência Artificial?
Ela combina dados com o processamento rápido das máquinas e algoritmos inteligentes e, para isso, estuda diversos subcampos da disciplina, como o Machine Learning, o Deep Learninge o Processamento de Linguagem Natural (PNL).
Pré-requisitos para trabalhar com Inteligência Artificial
Nem tudo são flores no que se refere ao desenvolvimento de tecnologias de IA. Algumas leis devem ser seguidas pelos desenvolvedores dos softwares a fim de evitar ações inesperadas e que não se enquadrem em seu propósito.
Empresas que utilizam Inteligência Artificial (IA)
Como exemplo, podemos citar o reconhecimento facial em fotografias do Facebook, onde a máquina, mesmo que virtualmente, reconhece traços da fisionomia da pessoa e associa ao seu perfil na rede.

Quer mais exemplos? Então, leia o texto para descobrir as empresas que formam o grupo "Big Nine" de Inteligência Artificial.
Como a Inteligência Artificial aliada a um CRM pode ajudar empresas
Hoje, boa parte dos usuários que consomem conteúdos são nativos digitais. Isto é, já nasceram em meio ao processo de Transformação Digital e se enquadram no perfil de um novo consumidor, com preferências individuais e interessadas em criar relacionamentos com a marca.

O que é Inteligência Artificial e o que ela pode fazer pelas empresas

Agora que você já sabe o que preparamos para você nesse post, vem com a gente!
Entender o que é Inteligência Artificial é algo que parece tão complicado, mas que motiva estudos e vem, com força total, para automatizar processos e ser a solução de vários problemas.

Em outras palavras, ela simula a capacidade humana de pensar e tomar decisões e pode ser a solução para aumentar a produtividade das empresas e melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiências, por exemplo.

Mas a lista de benefícios que ela pode acarretar não para por aí e é sobre isso que falaremos neste artigo.

Aprenda aqui, o conceito de Inteligência Artificial (IA), sua história e descubra as áreas em que ela pode auxiliar.

Veja também quais as empresas que já estão explorando seu potencial e quais os desafios que você precisará encarar para aplicar a IA no seu negócio.

Então, vamos em frente?

O que é Inteligência Artificial?

Para entender o que é Inteligência Artificial, você precisa, primeiro, saber que trata-se de uma disciplina da Ciência da Computação, que elabora dispositivos que simulam a capacidade humana de pensar, tomar decisões e resolver problemas. Ou seja, ela estuda a entrada de dados para explicar a saída dos mesmos.

Alguns estudos chamam, simplesmente, pela sigla IA ou, em inglês, AI. O conceito existe há décadas e se baseia no machine learning.

Talvez isso possa parecer enredo de ficção científica pra você, por isso, vamos te mostrar algumas aplicabilidades bem comuns.

Siri, Alexa e Cortana são nomes familiares para você? Pois é, assistentes virtuais como elas, além de drones e dispositivos que funcionam por comando de voz são alguns exemplos de o que é inteligência artificial e como ela está modificando nosso cotidiano.
Até 2035, a IA tem o potencial de aumentar a produtividade no trabalho em quase 40%.
A IA só é possível, no entanto, devido ao rápido desenvolvimento da informática e, principalmente, da Internet das Coisas (IoT), que possibilita que equipamentos e gadgetssejam conectados rapidamente à rede mundial de computadores. Isso soluciona problemas e representa um grande avanço rumo a um mundo totalmente digital.

Quando começaram os estudos de IA?

Em meados dos anos 40, alguns estudos em torno da IA começaram a ser desenvolvidos, mas ainda sem muita ambição. A intenção, naquela época, era apenas encontrar novas funcionalidades para os computadores e para a indústria bélica, já que a Segunda Guerra Mundial estava acontecendo em pleno vapor.

Com os avanços alcançados, ficou mais visível para entender o que é inteligência artificial e o que uma máquina altamente desenvolvida poderia proporcionar.

Foi daí, então, que surgiu a linha de estudo da IA no ramo da biologia, com a intenção, dessa vez, de imitar as redes neurais humanas. Como naquela época era tudo pouco desenvolvido, os estudos passaram por um período negro e voltaram à tona no final dos anos 80.

Hoje, ela se popularizou graças a avanços na área da computação e ao grande volume de dados disponíveis, tornando-se um hot topic na área empresarial.

Filmes que falam sobre Inteligência

Artificial

Filmes, livros e desenhos animados também fizeram com que o conceito de Inteligência Artificial chegasse ao conhecimento de uma parcela maior da população. O autor Isaac Asimov pode ser considerado um dos "três grandes" da ficção científica, tendo como obras de destaque "O Homem Bicentenário" e "Eu, Robô".

Outras adaptações para o cinema que tratam do tema e caíram nas graças do público foram "Ela", de Spike Jonze; "AI: Inteligência Artificial", de Steven Spielberg; "Uma Odisséia no Espaço", de Stanley Kubrick e a sequência de filmes "Matrix", de Andy e Larry Wachowski.

Como aplicar Inteligência Artificial no

trabalho

Podemos ver exemplos de o que é inteligência artificial em vários lugares: jogos, programas de computador, robótica, dispositivos para reconhecimento de voz e muito mais.

Em pesquisa recente – How AI Boosts Industry Profits and Innovations (Como a IA aumenta os lucros e inovações da indústria), a empresa global de consultoria Accenture sugere que, até 2035, a IA tem o potencial de aumentar a produtividade no trabalho em quase 40%.

Veremos, abaixo, algumas áreas em que ela é aplicada:

Varejo

A IA mudou a maneira como os clientes consomem produtos, principalmente os e-customers. Com a criação de chatbots, o computador já simula uma conversa real entre pessoas e oferece respostas às perguntas de consumidores sem que eles percebam que, na verdade, estão conversando com uma máquina.

A Inteligência Artificial também permite atendimento personalizado e já está sendo explorada por grandes marcas ao redor do mundo. Para comprar maquiagens na Sephora, por exemplo, basta enviar uma foto do seu rosto para descobrir quais são os tons mais indicados para o seu tipo de pele.

Saúde

A tecnologia já permite a criação de assistentes virtuais, que agem como coaches e lembram o paciente de tomar seu medicamento, exercitar-se, beber água ou comer alimentos saudáveis. Mas tudo isso é muito pouco perto do que a Inteligência Artificial é capaz de fazer no ramo da saúde.

Robôs inteligentes já auxiliam em cirurgias, diminuindo a possibilidade de erros humanos, por exemplo.

A IA também melhora a acessibilidade do usuário e garante empoderamento para deficientes visuais. A Audima, desenvolvida pela brasileira Paula Pedroza, é um exemplo de ferramenta que faz uso da Inteligência Artificial para dar voz aos conteúdos digitais, convertendo textos de site em áudio.

A maior rede social do mundo também usa IA para garantir a inclusão de deficientes visuais. O Facebook conta com a Automatic alternative text (ou "Texto automático alternativo"), uma função que descreve, em forma de áudio, as imagens da tela.

Nesse caso, a Inteligência Artificial, criada a partir do algoritmo do próprio Facebook, reconhece diferentes objetos e cria uma legenda descritiva a partir de seu bando de dados. A função de voz do celular faz, então, a leitura dessa legenda para o usuário.

Indústrias

Através da análise de dados entre equipamentos conectados, as indústrias podem prever demandas e carregamentos usando redes recorrentes, por exemplo. O resultado disso? Redução de erros, redução de custos e aumento de lucros.

Esportes

A Inteligência Artificial pode capturar imagens e estatísticas de partidas e fornecer relatórios aos treinadores. Dessa maneira, eles conseguem analisar melhor sua estratégia e aplicar otimizações.

Quem acompanhou a cobertura da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, teve uma amostra dos avanços proporcionados pelas novas tecnologias. Com a ajuda de IA e técnicas de análise de dados, as emissoras puderam encontrar novos e interessantes fatos sobre seleções, países, técnicos e jogadores. Comentaristas e narradores tinham acesso, de forma automatizada, a diversas informações, como a média de idade das equipes e histórico de confrontos, por exemplo.

Como funciona a Inteligência Artificial?

Agora que você já sabe o que é Inteligência Artificial, chegou a hora de entender como ela funciona.

O funcionamento da Inteligência Artificial parte da premissa de combinar dados com o processamento rápido e algoritmos inteligentes. Isso faz com que o software seja capaz de aprender automaticamente somente seguindo padrões pré-estabelecidos.

Porém, não é tão simples assim. Ela engloba um estudo amplo, que possui muitos subcampos. Confira alguns a seguir:

Machine Learning

Através de métodos estatísticos e redes neurais, o Aprendizado de Máquina estabelece regras lógicas para automatizar processos e tomar decisões. Aqui, a intervenção humana é mínima e um bom exemplo do seu funcionamento é o sistema antifraude em gestão de pagamentos.

Atualmente, principalmente no comércio virtual, diversas tentativas de fraudes com cartões de crédito roubados ou clonados acontecem a cada segundo. Graças a tecnologias de machine learning, os sistemas são capazes de reconhecer rapidamente e barrar a maioria delas.

Deep Learning

A Aprendizagem Profunda é uma subcategoria do Machine Learning e utiliza redes neurais com muitas camadas de processamento para aprimorar as máquinas. Algumas aplicações comuns são reconhecimento de imagem e de fala.

Processamento de Linguagem Natural

O Processamento de Linguagem Natural (PLN) é a capacidade que os computadores têm de entender e gerar linguagem humana.

Pré-requisitos para trabalhar com

Inteligência Artificial

Nem tudo são flores no que se refere ao desenvolvimento de tecnologias de IA. Algumas leis devem ser seguidas pelos desenvolvedores dos softwares a fim de evitar ações inesperadas e que não se enquadrem em seu propósito.

Elas foram criadas com base nas Leis da Robótica, também chamadas de "Leis de Asimov", em homenagem à Isaac Asimov. Lembra que falamos dele lá em cima?

Entre alguns dos princípios, daremos destaque para três:

  • Um robô não pode ferir um humano e nem permitir que ele sofra algum mal (obrigado por isso, rs);
  • Um robô deve sempre obedecer às ordens que seu programador inserir no sistema, mesmo que isso inclua a sua autodestruição. A única exceção é para os casos em que entrar em conflito com a primeira lei;
  • Uma Inteligência Artificial deve proteger a sua própria existência, desde que não entre em conflito com as leis anteriores.

Empresas que utilizam Inteligência

Artificial (IA)

Grande parte das empresas não perde tempo e já utiliza a Inteligência Artificial em muitos dos seus processos.

A futurista Amy Webb já até nomeou o grupo das grandes companhias que lideram os avanços em IA. Conhecido como "Big Nine", fazem parte desse grupo as empresas Amazon, Alphabet (Google), Apple, Facebook, IBM, Microsoft, Alibaba Group, Baidu e Tencent.

Quer outro exemplo de como a Inteligência Artificial de uma dessas empresas já invadiu nosso dia a dia?

O reconhecimento facial em fotografias do Facebook é o maior sinal de como as máquinas são capazes de pensar e reconhecer, mesmo que virtualmente, traços da fisionomia da pessoa e associar ao seu perfil na rede.

Outro exemplo que está presente na nossa rotina é o famoso "Ok, Google" para pedir alguma informação ao seu celular.

Como a Inteligência Artificial aliada a um

CRM pode ajudar empresas

Hoje, boa parte dos usuários que consomem conteúdos são nativos digitais. Isto é, já nasceram em meio ao processo de Transformação Digital e se enquadram no perfil de um novo consumidor, com preferências individuais e interessadas em criar relacionamentos com a marca.

Com isso, para uma empresa se manter ativa no mercado, precisa adotar estratégias que se adaptem à nova realidade, como o uso de um sistema de CRM moderno, que trace perfis mais assertivos de cada um dos usuários. CRM é a sigla para Customer Relationship Management, ou, em português, Gestão de Relacionamento com o Cliente. Saiba o que é CRM clicando aqui.

Negócios de diversos segmentos já entenderam a importância de uma boa ferramenta para o futuro do CRM e para garantir fluxos de trabalho mais simplificados.

Uma ótima ferramenta que permite a infusão do CRM com tecnologias de IA é o Bitrix24, plataforma de CRM, gerenciamento de projetos e colaboração usada por mais de 4 milhões de organizações em todo o mundo, que conta com mais de 35 ferramentas para alavancar os resultados do seu negócio.

Através dele, o sistema CRM não vai apenas realizar suas funções comuns de maneira mais eficiente, mas também aprender com cada interação do cliente e oferecer melhores respostas e sugestões a eles. O Bitrix24 "traduz" informações para que você consiga entender as preferências do seu público e definir estratégias baseadas em dados.

O autoatendimento pode ser citado como uma atividade importante que o Bitrix24 executa, tendo em vista que, segundo uma pesquisa feita pela Forrester, os clientes têm uma tendência em abandonar uma página caso não consigam tirar suas dúvidas de forma rápida e intuitiva.

Na Central de Atendimento ao Cliente do Bitrix24, o cliente vem em primeiro lugar, permitindo que você se concentre no que realmente importa. Com ele, você responde às perguntas e soluciona os problemas em tempo real, por meio de todos os canais e em diferentes dispositivos.

Não importa quais canais de comunicação seus clientes usam – e-mail, telefone, mídia social, mensagens instantâneas, bate-papo ao vivo no site – o Bitrix24 suporta todos eles.

Ele irá também oferecer diversos insights importantes para as organizações e apontar oportunidades de negócios para a equipe de vendas. Saiba mais sobre o Bitrix24 aqui.

Desafios de usar a Inteligência Artificial

É fato: A IA já está transformando todos os negócios, mas o nosso maior desafio é entender os seus limites.

A principal limitação de uma Inteligência Artificial é que a máquina só aprende com a inserção de dados e não há uma maneira de incorporar conhecimento a ela que não seja assim.

Ou seja, se o programador falhar, o robô falhará também.

A segunda limitação é que cada sistema de IA opera de maneira isolada e só realiza um tipo de função. Por exemplo, um sistema de Inteligência Artificial que detecta fraudes no pagamento para o setor do varejo não é capaz de detectar fraudes no setor de saúde.

Portanto, podemos perceber que eles são bem específicos e, ao contrário do ser humano, não é multitarefas.

Então, a realidade das máquinas substituírem 100% o trabalho humano ainda está bem longe.

Quer saber como usar Inteligência Artificial no seu negócio?
Como usar IA na sua empresa
Descubra as possibilidades de aplicar Inteligência Artificial no seu negócio
Nome completo
E-mail
Telefone
O que você espera com IA?