Preencha as informações para iniciar uma conversa no WhatsApp.
Envie o formulário para iniciar uma conversa no WhatsApp.
Assunto
Digite seu nome
Empresa
E-mail corporativo
Celular (WhatsApp)
Blog Bytebio

Marketing Analítico:
dados e tecnologias para respaldar sua estratégia

Neste artigo falamos sobre o que é Marketing Analítico (Marketing Analytics), como aplicar e por que é fundamental para melhorar os resultados do seu negócio.

Neste post você vai ver:

Marketing Analítico: dados e tecnologias
O marketing é conhecido por ser um setor que depende da criatividade, experiência e intuição. Porém, existe uma parte que muitas pessoas desconhecem, mas que tem grande importância estratégica: o Marketing Analítico. Para ler o artigo completo, clique aqui.
O que é Marketing Analítico?
Marketing Analítico (Marketing Analytics) é uma frente de marketing que consiste no uso dos dados e das tecnologias para amparar nas decisões das campanhas. É a área que mergulha nos dados para entender quais resultados foram alcançados, se a empresa está no caminho certo e quais tendências estão por vir. Para continuar a leitura, clique aqui.
Quais os benefícios do Marketing Analítico?
Os negócios que conseguirem usar os dados para entender esses cenários, vai aproveitar as oportunidades e diminuir os riscos, podendo sair à frente dos concorrentes. Para continuar a leitura, clique aqui.
Quais as principais tecnologias utilizadas no Marketing Analítico?
O uso das tecnologias facilita na visão e ajuda o profissional a analisar rapidamente. Aplicar essas tecnologias não é obrigatório, mas elas otimizam o Marketing Analítico (Marketing Analytics). Veja algumas delas, clicando aqui.
Como aplicar o Marketing Analítico no seu negócio?
Para alinhar os esforços de marketing com as metas de negócios, é necessário fazer um planejamento. No entanto, além disso, os dados mais relevantes devem ser coletados para tomar decisões mais decisivas. Para continuar a leitura, clique aqui.
Quem deve fazer o Marketing Analítico?
A análise de dados não é exclusiva a um profissional, nem de uma determinada área da empresa. Do analista ao gerente, o Marketing Analítico deve envolver toda a equipe. Todos devem coletar, analisar e apresentar dados de acordo com seu nível de desempenho. Para continuar a leitura, clique aqui.
Marketing Analítico: dados e tecnologias para respaldar sua estratégia
O marketing é conhecido por ser um setor que depende da criatividade, experiência e intuição. Porém, existe uma parte que muitas pessoas desconhecem, mas que tem grande importância estratégica: o Marketing Analítico.

Na era da Transformação Digital, saem na frente as empresas que sabem oferecer as soluções mais adequadas. Ou seja, que aproveitam a análise de dados para desenvolver e vender o que realmente gera valor para o consumidor. E empresas que não adotam o Marketing Analítico significa que elas andam no escuro. Sem saber de onde vêm, se estão agindo certo e para onde devem ir, dificilmente vão alcançar os resultados que esperam.

Essa é uma frente analítica do marketing que permite criar estratégias mais precisas e assertivas com base em dados. As decisões, as campanhas e a criatividade devem ser embasadas em análises de desempenho para a empresa não se perder no caminho.

Veja o que preparamos para você neste artigo:

O que é Marketing Analítico?

Marketing Analítico (Marketing Analytics) é uma frente de marketing que consiste no uso dos dados e das tecnologias para respaldar nas decisões das campanhas. É a área que mergulha nos dados para entender quais resultados foram alcançados, se a empresa está no caminho certo e quais tendências estão por vir.

Ter muitos dados, por si só, não significa nada se a empresa não sabe como lidar com eles. Então, o Marketing Analítico é uma frente dedicada a eles: ao criar uma estrutura e uma cultura data driven, a empresa passa a rastrear, coletar e analisar dados de maneira estratégica, a fim de alcançar os seus objetivos de marketing que engloba todos os dados relacionados ao marketing, sejam eles de canais online ou offline.

O Marketing Analítico é como uma espécie de tradutor que fala se as suas campanhas estão mesmo performando bem e que poderá responder às principais dúvidas do seu negócio:
Quanto devo investir em campanhas de marketing?
Quais os melhores canais para investir e qual poderia me dar mais conversões?
Como os visitantes têm interagido em meu site? (Onde clicam, onde olham, o que leem). Como está a performance disto, em relação a conversões?
De quais campanhas e de onde exatamente estão vindo os nossos visitantes?
Quais as lacunas de palavras-chaves que não estou usando em relação aos meus concorrentes?
Qual o panorama e métricas dos meus concorrentes na internet?
Quais palavras-chaves são fortes e fracas para o meu negócio? Quais eu deveria comprar, negativar ou blindar?
Quais os próximos investimentos que devo fazer para gerar melhores resultados?
O Marketing Analítico atua nesta esfera, "amarrando" todas as frentes juntamente com o líder ou o gestor de marketing do seu negócio. Ajudando a definir os principais indicadores de performance, metas e objetivos.
Nesta esfera encontra-se os negócios que já possuem uma equipe ou profissionais que auxiliam na presença digital e que dominam todas as frentes do Marketing.
Marketing Analítico Bytebio

Quem faz o quê?

Marketing Analítico Bytebio - Tabela
Este artigo pode lhe interessar "4 melhores ferramentas de BI que são essenciais para o seu negócio". Confira!

Quais os benefícios do Marketing Analítico?

Os negócios que conseguirem usar os dados para entender esses cenários, vai aproveitar as oportunidades e diminuir os riscos, podendo sair à frente dos concorrentes.

A seguir, você vai ver como o Marketing Analítico pode trazer benefícios para o seu negócio:

Mensuração
do ROI
Avaliar de forma assertiva o impacto das campanhas e estratégias no caixa da empresa e focar as otimizações no retorno financeiro.
Comportamento do consumidor
Dados sobre o perfil do público em diferentes canais e como as pessoas se comportam no seu site e reagem às suas estratégias.
Manter o foco nos objetivos
Adotar o Marketing Analytics é uma forma de manter a equipe sempre alinhada aos objetivos micro e macro traçados pela empresa.
Monitorar os concorrentes
Analisar e coletar dados sobre a atuação dos seus concorrentes, quais estratégias estão funcionando e como se preparar para enfrentá-los.
Alinhamento da estratégia
O Marketing Analítico ajuda a colocar os seus esforços alinhados aos objetivos e estratégia do seu negócio.
Aumenta a clareza nas ações
Proporciona mais clareza nas ações e nos investimentos que realmente trazem melhores resultados.
Investir apenas no que dá certo
Os dados ajudam levar a tomadas de decisões mais certeiras e de acordo
com que seu negócio precisa.
Oportunidades e tendências
A análise preditiva permite que o seu negócio se prepare para os riscos e oportunidades que antecipam o que está por vir.

Quais as principais tecnologias utilizadas no Marketing Analítico?

O uso das tecnologias facilita na visão e ajuda o profissional a analisar rapidamente. Aplicar essas tecnologias não é obrigatório, mas elas otimizam o Marketing Analítico (Marketing Analytics). Veja aqui algumas delas:
As ferramentas tornam-se essenciais a partir do momento que o analista compreende os dados valiosos para a estratégia do negócio.

Web Analytics:

Google Analitycs (GA4)

Integrando o seu site no Google Analitycs você terá dados em tempo real e além de mensurar o desempenho de todos os canais de entrada do site, sendo eles por campanhas de e-mail marketing, Google Adwords, tráfego orgânico (SEO), redes sociais, tráfego direto, dentre outros.

Google Adwords (GADS)

O Google Adwords é uma das ferramentas que mais gera receita e campanhas de sucesso no marketing digital e ter um site integrado a essa ferramenta pode atrair inúmeros visitantes qualificados.

Google Search Console (GSC)

Ter o seu site integrado ao Google Search Console é essencial para que você otimize seu site para as buscas do Google. Saber usá-la pode ser um desafio, mas os resultados fazem valer o esforço.

Google Tag Manager (GTM)

Com o GTM é possível inserir apenas um código em um site, para depois instalar diversos serviços sem precisar mexer nesse código. Ao centralizar a gestão de códigos no GTM, o marketing ganha autonomia, melhora a produtividade e reduz custos com TI.
Conversões e Metas

Rastreamento de eventos

Os eventos são as interações do usuário com o conteúdo que podem ser avaliadas independentemente do carregamento de uma página da Web ou de uma tela. Downloads, cliques em links, envios de formulários e reproduções de vídeo são exemplos de ações interessantes para analisar como eventos.

SEO Avançado:

Visão geral de domínio

Imagine ser capaz de fazer a engenharia reversa de SEO, marketing de conteúdo e da estratégia de mídias sociais dos seus principais competidores.

Permite que você obtenha informações sobre as estratégias que estão dando mais certo em outros sites no seu nicho, para que você possa adotar estas estratégias, aprimorá-las, e ganhar uma vantagem competitiva.

Pontuação de SEO

Essa é sua pontuação geral de SEO on-page para todas as páginas escaneadas durante a auditoria do site. 0 é a pontuação mais baixa possível e 100 é a mais alta. Com uma pontuação de 84, meu site é classificado como “ótimo”. Além desta, existem outras métricas, como backlinks.

Velocidade

Seus usuários esperam que o seu site carregue rapidamente. Sem isso, você pode perder muito tráfego.

Se o seu site não for rápido, tanto o seu público quanto o Google vão ter uma opinião ruim dele.

Análise de palavras-chave

Conheça volume de tráfego das palavras-chave de seu site e encontre o número de possíveis clientes que buscam essas palavras-chave. Tendências - acompanhe como o volume de buscas vai mudando com o tempo.

Ranking de palavras-chave

Você precisa de mais ideias de palavras-chave? Desde palavras-chave principais até frases de cauda longa, conseguimos lhe sugerir centenas de sugestões com ferramentas de SEO avançado. Você também poderá saber o volume de pesquisa, análise dos concorrentes, e até mesmo tendências sazonais para cada palavra-chave.
Oferecemos relatórios para melhorias de SEO.

Melhorias para SEO

Verificação de integridade – Integridade geral das páginas do seu site.
Erros críticos – Problemas que têm o maior impacto na integridade do seu SEO
Avisos – Problemas menos impactantes que ainda merecem atenção
Recomendações – Recomendações a serem consideradas, mas que não têm muito impacto na integridade do seu SEO

Análise dos concorrentes

A análise competitiva te ajuda a descobrir onde estão seus concorrentes e o que os torna mais visíveis na internet. O objetivo, é entender o que está funcionando para outras pessoas em seu setor, para que você também possa fazer essas estratégias funcionarem para você, para, assim, obter uma vantagem competitiva.

Visualização dos dados:

"De ponta a ponta"

Sales Intelligence

A Sales Intelligence registra quanto dinheiro foi investido no canal de publicidade e quanto foi ganho (ROI) com as vendas, internas.

De acordo com os resultados, podemos concluir sobre a eficácia dos meios de publicidade que temos e distribuir o orçamento. Esta ferramenta é um recurso disponível na plataforma Bitrix24.
Veja o artigo "O que é Bitrix24?" e veja
como ele pode transformar o seu negócio
"Gestão do relacionamento com o cliente"

CRM

O CRM otimiza o trabalho com os clientes e os acompanha desde o primeiro contato até a venda. Ter o site integrado a um CRM pode trazer benefícios como uma boa experiência na operação do comercial e otimização dos processos do time de vendas, além de contribuir eficazmente na comunicação interna e externa, com os clientes (telefone, e-mail, whatsapp, etc).

Com os dados de toda a jornada, ver e acompanha-los em Dashboard Analítico, traz mais clareza, visão e novos insights para o negócio.
Painéis Analíticos com dados consolidados de diferentes fontes, com visões que trazem exatamente o que você precisa para "ver" o seu negócio e ter os insights necessários. Com o Bitrix24, podemos usar o Power Data e extrair os dados do seu CRM para construir dashboards em tempo real.

Dashboards em tempo real

Mapa de calor

A ferramenta oferece uma apresentação bidimensional com cores diferenciadas e com base na movimentação do consumidor em determinadas áreas, o sistema determina se os produtos daquela região são atrativos ou não para o consumidor.

Gravação de telas (visitas)

Observar como o cliente se comporta dentro do seu site, pode te ajudar a melhorar a performance e facilidade no atendimento comercial.
Estratégias de Cache
SEO
Chat ao vivo
Cookies
Segurança
E-mails Transacionais
Gestão DNS
LGPD

Como aplicar o Marketing Analítico no seu negócio?

Você deve ter notado que o Marketing Analítico é uma vantagem competitiva. Em pouco tempo, isso será tão importante quanto possuir um site ou posicionar sua empresa nas redes sociais. Embora ainda não seja amplamente difundido entre os profissionais de marketing, o uso do marketing baseado em dados está aumentando seu próprio valor.

Para alinhar os esforços de marketing com as metas de negócios, é necessário fazer um planejamento. No entanto, além disso, os dados mais relevantes devem ser coletados para tomar decisões mais decisivas. Afinal, nem todos os números são importantes para medir o resultado de uma estratégia.

Além de criar dashboards para análise, você também precisa criar relatórios para apresentar a clientes, gerentes, gestores e colegas. Perceba que para cada um a apresentação dos indicadores são diferentes focados na estratégia de cada negócio.

A seguir, você vai ver como o Marketing Analítico pode ser aplicado ao seu negócio:
Invista em tecnologia
O uso das tecnologias facilita na visão e ajuda o profissional a analisar rapidamente.
Capacite sua equipe
Capacitando a equipe com ferramentas que seja direcionada à dados e resultados traz grandes resultados.
Foco na gestão
Invista em softwares de gestão e outras ferramentas que otimizem o fluxo de informações entre suas equipes.
Dados integrados
É muito importante ter uma versão única e integrada, com atualização em tempo real.
Informações valiosas
Utilize os dados a seu favor, extraia os melhores insights e crie ações estratégicas a partir dos resultados
Monitore os resultados
Acompanhar os indicadores é essencial para dizer o que de fato acontece em seu negócio.

Quem deve fazer o Marketing Analítico?

A análise de dados não é exclusiva a um profissional, nem de uma determinada área da empresa. Do analista ao gerente, o Marketing Analítico deve envolver toda a equipe. Todos devem coletar, analisar e apresentar dados de acordo com seu nível de desempenho.

Por isso, não basta contratar ferramentas e empurrá-las aos colaboradores. É necessário realizar treinamento, orientação e, o mais importante, estabelecer uma cultura data driven. À medida que essa cultura se fortalece na organização, as decisões não podem ser tomadas sem olhar para os dados.

Se o seu futuro está cheio de incertezas, então o seu negócio precisa de um profissional de Marketing Analítico para minimizar os riscos e adotar a melhor abordagem. Portanto, deixar de lado as decisões com base em suposições, opiniões e intuições colocará sua empresa no caminho errado.

Você ficou com dúvidas sobre o Marketing Analítico ou quer aderir ao seu negócio? A Bytebio possui consultores especializados em Marketing Analítico. Fale com um de nossos especialistas:

Saiba mais sobre

A Bytebio
A Bytebio é uma empresa de Transformação Digital que contribui para deixar sua empresa com ainda mais inteligência de negócios, por meio de tecnologia da informação, processos e gestão, orientado às pessoas e com respeito à cultura da organização.

Temos como objetivo prover a inteligência do negócio com a Transformação Digital e auxiliando no Desenvolvimento, Aplicações, CRM, Automações de Processos e Marketing Analítico.

Com sede em Ribeirão Preto/SP, a Bytebio iniciou seus trabalhos em 2009 e hoje possui grande know-how em Consultorias, Treinamentos, Desenvolvimento e Análise de Negócios. Somos pautados no relacionamento com o cliente e na experiência da transformação digital, junto à uma equipe completa que respeita a cultura das organizações, com pilares em gestão, pessoas e tecnologia.

Propósito: Auxiliamos na inteligência de negócios por meio da Transformação Digital, com gestão, tecnologia e pessoas, de maneira efetiva e sustentável.
Missão: Realizar projetos e prestar serviços de Transformação Digital com o propósito de atender as necessidades de nossos clientes e alavancar o negócio por meio de soluções efetivas e sustentáveis.
Visão: Ser uma empresa que atua como um fornecedor completo de serviços e soluções para a Transformação Digital aos nossos clientes para gerar valor à estes e impacto positivo para a sociedade.
Valores: Organização, Seriedade, Respeito, Lealdade, Ética.
Nosso manifesto
  • Transformação Digital é sobre pessoas, processos e inovação
  • Transformação Digital é sobre pessoas, mais que ferramentas
  • Transformação Digital é sobre mudança de cultura
  • Ferramenta não faz nada. Ela permite que se faça. Quem faz as coisas, mesmo, são as pessoas
  • Uma empresa inteligente possui processos bem estabelecidos, mentalidade digital e cultura baseada em dados
Como aplicamos
Consultoria

Como resolver determinados problemas de negócio de sua empresa com o Bitrix24? Sozinho talvez não seja suficiente. A consultoria faz esta ponte e cumpre a função de ligar as necessidades e problemas às soluções, contando com a experiência de nossos consultores, que já possuem bagagem de outros cases e vivências de negócio e uso de ferramentas apropriadas.


Desenvolvimento

Desenvolvemos aplicações que podem estender o seu Bitrix24 à outras funções específicas à sua necessidade ou do seu negócio. Além disto, nosso time de desenvolvimento pode criar sistemas paralelos ou realizar integrações de sistemas já existentes e fazer com que todas as suas necessidades digitais sejam atendidas.


Parametrização e Implementação

Deixamos o Bitrix24 configurado conforme as necessidades de seu negócio, por meio de parametrizações, configurações, customizações e principalmente por meio de um trabalho de implementação, respeitando a cultura da empresa e o seu momento.


Capacitação e Treinamento
Oferecemos capacitações e treinamentos presenciais ou remotamente, para diferentes segmentos da empresa, de acordo com os papéis funcionais, como alta gerência, gerentes, colaboradores, equipe de projetos, vendas, bem como para todo o pessoal.
Consultorias
Consultoria em Transformação Digital

Auxiliamos empresas em sua jornada da Transformação Digital, respeitando a sua cultura e momento, para que avancem de forma sustentável.

Implemente uma cultura de digitalização, inovação e crescimento com a Bytebio, que conta com experiência de mais 11 anos no mercado e já atendeu mais de 600 empresas.

Consultoria em Marketing Analítico

Use os dados e as tecnologias para amparar as decisões de marketing.

Com os especialistas em Marketing Analítico da Bytebio o seu negócio vai permitir criar estratégias mais precisas e eficientes com base em dados..

Consultoria em Transformação Digital

Auxiliamos empresas em sua jornada da Transformação Digital, respeitando a sua cultura e momento, para que avancem de forma sustentável.

Implemente uma cultura de digitalização, inovação e crescimento com a Bytebio, que conta com experiência de mais 11 anos no mercado e já atendeu mais de 600 empresas.

Consultoria em Bitrix24

O Bitrix24 é uma plataforma completa de gestão, colaboração social, comunicação e que conta com mais de 35 ferramentas para a sua equipe.

A consultoria envolve o diagnóstico completo da situação atual do seu negócio para que possamos levantar as melhores estratégias, proporcionando a otimização dos processos através do Bitrix24.

Consultoria em Automação de Processos

A consultoria busca tornar os processos mais fluidos e práticos através da substituição de trabalho humano por trabalho automatizado.

A Automação de Processos é comum em atividades operacionais e é ativada de forma automática a partir de um determinado gatilho definido de acordo com cada operação.

Consultoria em Projetos

Ter uma gestão de projetos não é uma tarefa fácil, por isso a Bytebio desenvolveu uma automação em conjunto com o Bitrix24 chamado de GIP (Gestão Inteligente de Projetos)

Sua maior característica é a facilidade em planejar,
executar e controlar os projetos do seu negócio, independentemente do tamanho ou da sua complexidade.
Resultados desejados
Maior Engajamento

Aumentar aderência dos funcionários aos processos e à ferramentas adequadas à empresa, como o Bitrix24, melhorando a experiência de uso e comunicação interna.


Melhoria no Controle de Projetos

Planejamento, execução e gerenciamento de seus projetos alinhados à um processo fluido.


Otimização Processos Internos

Otimização de processos internos, simplificação de rotinas e fluidez operacional.


Informações Unificadas
Maior produtividade com dados, sistemas e informações integrados, sincronizados via APIs
Transformação Digital
De maneira geral, a Transformação Digital é a capacidade de responder rapidamente ou aproveitar as oportunidades do mercado com base nas pilhas de tecnologia atuais, recursos de pessoal e tecnologia digital.

Trata-se da capacidade de uma organização de assumir a Transformação Digital não apenas do ponto de vista da tecnologia digital, mas em toda a organização, incluindo pessoas, cultura e processos, para alcançar resultados positivos de negócios.

Embora haja uma grande ênfase na tecnologia, o nível de maturidade digital de uma organização também é afetado pela velocidade e adaptabilidade, em grande parte devido aos recursos em capital humano e processos automatizados — é um esforço de equipe, no sentido mais amplo da palavra.


Por que a Transformação Digital é uma prioridade?

A Transformação Digital é o ato de alterar fisicamente fluxos de trabalho e processos por meio de tecnologias digitais. Isso significa que sua maturidade digital é o grau em que você entende — e tem a capacidade de implementar — essas mudanças.

Trabalhar para alcançar esses resultados é essencial para que os negócios permaneçam viáveis ​​e competitivas. À medida que os mercados e as situações evoluem, a Transformação Digital bem-sucedida torna mais fácil para as empresas serem ágeis e flexíveis, escalar e obter valorização rápida.


Tendências em Transformação Digital: Analytics e Digital

Com o objetivo de entender o efeito do processo de digitalização no Brasil, a McKinsey realizou um estudo com 124 negócios de grande e médio porte em diversos setores para mensurar a Transformação Digital dos negócios que atuam no país.

Foi utilizada a ferramenta proprietária Analytics & Digital Quotient (A&DQ), que avaliou 22 práticas de gestão críticas para o sucesso da Transformação Digital e captura de resultados financeiros, distribuídas entre as quatro dimensões.

Veja a seguir o A&DQ com a mensuração da Transformação Digital dos negócios em Analytics e Digital com as suas dimensões e práticas.

Continua a leitura do artigo
Bitrix24
A Bytebio é Parceira Gold Oficial do Bitrix24 no Brasil

A gente sabe que gerenciar um negócio não é tarefa simples. Independente do tamanho ou segmento, é preciso muita organização para ter controle sobre todos os processos, acompanhar as equipes, garantir a qualidade dos produtos e serviços, oferecer suporte ao cliente e, ainda, ter tempo para buscar inovação e criatividade.

Agora, imagine uma única ferramenta executando todas essas funções, com qualidade, eficiência e simplicidade, unificando sua empresa, otimizando seu tempo e acelerando seus resultados. Imagine poder, com ela, construir uma infraestrutura interna com relações externas. Gerenciar comunicações, pessoas, projetos, clientes e campanhas de marketing. Tudo a partir de um só lugar!

Imaginou? Parece até sonho, mas não é. Ela existe e já vem mudando a realidade de mais de quatro milhões de empresas, de diversos portes e setores, em diferentes países, inclusive aqui no Brasil.

Como ele pode ajudar a sua empresa?

Agora que entendeu o que é Bitrix24, pode estar se perguntando: "Dentre tantas funcionalidades, como a plataforma pode auxiliar nos meus desafio e transformar o meu negócio?".

As mais de 35 ferramentas podem te fazer pensar bastante por onde começar, afinal você terá muito à sua disposição. Mas você não precisa, nem deve, usar tudo de uma vez. Comece pelos gargalos principais e, com o tempo, vá descobrindo as infinitas possibilidades que o Bitrix24 oferece.

Comunicação: Qualquer empresa precisa ser capaz de se comunicar – interna e externamente – para sobreviver. Uma boa e efetiva comunicação é capaz de alinhar processos, integrar colaboradores e melhorar o atendimento ao cliente.

O Bitrix24 oferece uma variedade de ferramentas de comunicação, incluindo rede social corporativa, mensagens instantâneas, chat em grupo, ligações, mensagens via celular, chamadas em vídeo e videoconferência, todos já integrados à conta. Uma plataforma em que toda a equipe pode discutir ideias e colaborar.

E para o tornar o processo de comunicação em sua organização ainda mais completo, o Bitrix24 também oferece aplicativos Android e iOS, que possibilitam a colaboração de onde você estiver.

Intranet Social: Apesar de vital, a comunicação interna continua a ser um dos maiores desafios das empresas de todos os portes. Se você busca uma solução para eliminar os ruídos e alinhar as equipes com o propósito da sua empresa, o Bitrix24 é a resposta.

Inspirada em redes sociais como o Facebook, a intranet do Bitrix24 tem um série de características inovadoras que facilitam, simplificam e melhoram a comunicação entre os colaboradores. Com ela, você aumenta o alcance das informações, o engajamento, a integração e até a produtividade da sua equipe, fortalecendo a cultura organizacional.

Mas ela vai muito além de um simples canal de comunicação. São mais de 30 ferramentas que permitem que você colabore, planeje, trabalhe em projetos, compartilhe arquivos, automatize processos de RH, crie fluxo de trabalho de aprovação, use calendários compartilhados e muitas outras possibilidades.

Tudo isso integrado a uma interface social, que maximiza a eficiência da comunicação no trabalho.

Acesse o artigo completo e veja como o Bitrix24 pode ajudar a sua empresa

Crie uma conta grátis do Bitrix24
MarTech
MarTech é a junção das palavras “Marketing” e “Technology”. Ela vem sendo usado recentemente para distinguir agências e empresas de marketing digital que aplicam em suas rotinas recursos tecnológicos e conceitos da transformação digital.

Esses profissionais usam a tecnologia para automatizar muitas das tarefas demoradas e repetitivas nas quais as máquinas são boas, liberando mais tempo dos profissionais de marketing para se concentrarem nos lados criativos e estratégicos de sua profissão.

Desse modo, a tecnologia de marketing pode abordar uma ou mais camadas de atividades de marketing, como agregação e limpeza de dados do cliente, análise de dados, geração de insights, segmentação e direcionamento do cliente, execução de comunicações com o cliente e otimização automática de campanhas de marketing recorrentes.


Qual a diferença entre Marketing Digital e MarTech?

O Marketing Digital está relacionado a estratégia de conteúdo e gestão de canais, como: redes sociais, blogs, campanhas de mídia display, busca paga ou orgânica...
A base e o controle se tem através da construção e a disponibilização do conteúdo online, e a mensuração deles através de ferramentas de digital analytics.

Já a MarTech está relacionado ao uso da tecnologia para garantir que esses conteúdos do Marketing Digital sejam alcançado seu mais alto nível de desempenho. Dessa maneira, ele é executado com o auxílio de: personalização em tempo real, conexão à múltiplas fontes de dados, integração à múltiplas ferramentas que realiza a orquestração de campanhas, inteligência artificial e aprendizado de ferramentas para empoderar as análises.


A corrida por profissionais preparados em MarTech

Para as tecnologias de marketing trazerem resultados ao seu negócio, você precisa ter profissionais especializados em MarTech, que possuem uma cultura de marketing orientada a dados e que saibam extrair o máximo valor dos dados.

Muitos negócios atravessam longos e penosos projetos de implantação de plataformas de marketing e muitas delas têm se frustrado com os retornos financeiros obtidos. Estudos recentes indicam que o incremento das soluções de automação de marketing não tem superado a casa de 1 a 2% em conversão de vendas, o que naturalmente não justifica os milhões investidos. É importante destacar que essas mesmas empresas estão utilizando apenas os requisitos básicos, sem se beneficiarem dos recursos mais avançados de segmentação e construção de jornadas multicanal.

Ferramentas são só ferramentas sem um profissional experiente e com conhecimentos sólidos sobre o negócio e da melhor estratégia de tecnologia de marketing e vendas que permitirão o uso correto de todos os recursos técnicos. A ferramenta pode sim fazer coisas incríveis, desde que ela tenha “um bom piloto”.

Entre todas as incertezas que enfrentamos enquanto profissionais de marketing, pelo menos uma coisa é certa: a corrida pelo marketing orientado pela tecnologia será vencida por quem conseguir ter os profissionais mais preparados e que saibam gerenciar as melhores ferramentas.

Leia o artigo completo
Marketing Analítico
O marketing é conhecido por ser um setor que depende da criatividade, experiência e intuição. Porém, existe uma parte que muitas pessoas desconhecem, mas que tem grande importância estratégica: o Marketing Analítico.

Na era da Transformação Digital, saem na frente as empresas que sabem oferecer as soluções mais adequadas. Ou seja, que aproveitam a análise de dados para desenvolver e vender o que realmente gera valor para o consumidor. E empresas que não adotam o Marketing Analítico significa que elas andam no escuro. Sem saber de onde vêm, se estão agindo certo e para onde devem ir, dificilmente vão alcançar os resultados que esperam.

Essa é uma frente analítica do marketing que permite criar estratégias mais precisas e assertivas com base em dados. As decisões, as campanhas e a criatividade devem ser embasadas em análises de desempenho para a empresa não se perder no caminho.


O que é Marketing Analítico?

Marketing Analítico (Marketing Analytics) é uma frente de marketing que consiste no uso dos dados e das tecnologias para respaldar nas decisões das campanhas. É a área que mergulha nos dados para entender quais resultados foram alcançados, se a empresa está no caminho certo e quais tendências estão por vir.

Ter muitos dados, por si só, não significa nada se a empresa não sabe como lidar com eles. Então, o Marketing Analítico é uma frente dedicada a eles: ao criar uma estrutura e uma cultura data driven, a empresa passa a rastrear, coletar e analisar dados de maneira estratégica, a fim de alcançar os seus objetivos de marketing que engloba todos os dados relacionados ao marketing, sejam eles de canais online ou offline.

O Marketing Analítico é como uma espécie de tradutor que fala se as suas campanhas estão mesmo performando bem e que poderá responder às principais dúvidas do seu negócio.

Continue a leitura do artigo
Data-Driven Marketing

O marketing baseado em dado (Data-Driven Marketing) é uma tendência crescente que molda a forma como os marqueteiros trabalham. Agora está totalmente integrado nas estratégias das empresas, relacionado ao Marketing Digital.


O marketing orientado por dados não é mais uma opção, mas uma necessidade para as empresas que procuram se tornar ágeis e eficientes no mercado atual.

A ideia principal é fazer o melhor uso dos dados que você já coletou. Dessa forma, você pode compreender melhor seu público-alvo, melhorar a experiência do cliente e impulsionar o crescimento.


O marketing baseado em dados se aplica ao uso de canais de publicidade on-line, a fim de coletar dados dos usuários por meio de ferramentas específicas que permitem rastrear as ações dos usuários em sites ou aplicativos.


Permite que os profissionais de Marketing sejam proativos e antecipem as tendências do mercado, otimizando a tomada de decisão.


  • Processo de tomada de decisão mais simples que economiza tempo
  • Estruturar sua estratégia de marketing com decisões baseadas em dados
  • Reunir insights para fazer mudanças com mais precisão e rapidez
  • Mostrar-lhe o sucesso de cada campanha, sem adivinhações

Os dados são uma ferramenta poderosa para a tomada de decisões. Mas como você sabe quais dados usar?


O que sua empresa deve medir e analisar para tomar decisões com uma abordagem informada, além de apenas passar pelos movimentos de transformação digital ou grandes projetos de análise de dados?


A "cultura orientada por dados" vai muito mais além das habilidades técnicas; requer mudanças culturais dentro de cada departamento onde aqueles que trabalham em nome estabelecem metas, bem como métricas que também podem acompanhar o progresso.


O marketing baseado em dados, ou Data-Driven Marketing, tem tudo a ver com o uso de insights para otimizar campanhas digitais e melhorar a experiência do cliente.


Este tipo de abordagem de marketing requer muita organização, razão pela qual os gerentes de projeto são tão importantes em organizações orientadas por dados, para análise de dados (data-driven).


Veja nossa página sobre Data-Driven Marketing e conheça um pouco mais.

Core Web Vitals
Se você quer que o seu negócio cresça no meio digital, melhorar a posição do seu site nos mecanismos de busca pode ser uma alternativa eficiente para isso.

No entanto, ainda que você saiba o caminho e tenha o seu objetivo bem definido, tornar mais positiva a classificação de um site pode ser uma batalha, principalmente no que diz respeito às constantes atualizações do algoritmo do Google.

Sendo assim, se você quer ficar por dentro de todas as atualizações do Google e ainda conseguir que o seu site ranqueie em uma posição privilegiada, você precisa saber o que é Core Web Vitals.

Essa atualização, lançada pelo Google, permite que a experiência do usuário seja melhorada por meio de um conjunto de técnicas relacionadas à métricas.

Nesse contexto, neste artigo vamos te ajudar a aprofundar no tema Core Web Vitals, qual sua importância e como você pode utilizá-lo para proporcionar melhores resultados para o seu site. Boa leitura!


Afinal, o que é Core Web Vitals?

Core Web Vitals se refere a um conjunto de métricas que se baseia nos aspectos fundamentais da experiência do usuário: carregamento, interatividade e estabilidade visual.

Nesse sentido, se você quer ter um site ranqueando em uma boa posição no Google, você precisa se atentar a esses três pontos e mais que isso, você precisa aplicá-los assertivamente na sua estratégia web para conseguir uma boa transformação digital para o seu negócio.

Assim, de maneira simplificada, Core Web Vitals pode ser entendido como um conjunto de elementos de um site que afeta diretamente a experiência do usuário.

Continue a leitura do artigo
Velocidade do site
O que pode ser a maneira mais fácil de aumentar a taxa de conversão dos seus insights de velocidade da página não tem nada a ver com melhorar o título ou alterar a cor do botão de CTA. Em vez disso, trata-se de fornecer uma experiência de usuário mais rápida por meio da otimização da ferramenta PageSpeed Insights.

Ao longo dos anos, os profissionais da área MarTech entenderam que existe uma relação direta entre a velocidade da página e a retenção de visitantes e a taxa de rejeição.

E com a busca por visitantes se tornando cada vez mais importante em termos de cumprimento das metas, a velocidade da página é uma das áreas de foco mais vitais para a experiência do cliente hoje.

Então, se você quer aprender mais sobre o uso dessa ferramenta para criar uma vantagem competitiva, continue lendo o texto e saiba como fazê-lo!


O que é o PageSpeed Insights?

O Google PageSpeed ​​Insights é uma ferramenta que permite testar de forma rápida e fácil a velocidade de uma página da web.

Inserir um URL e clicar em “Analisar” irá fazer com que você obtenha rapidamente um relatório detalhado do que está deixando a página da web mais lenta com base em dois parâmetros, completo com dicas de como corrigir o problema.

O PageSpeed ​​Insights mede o desempenho de uma página para dispositivos móveis e desktops. Sendo assim, a pontuação do PageSpeed ​​Insights varia de 0 a 100 pontos. Uma pontuação mais alta é melhor e uma pontuação de 85 ou superior indica que a página tem um bom desempenho.

Continue a leitura do artigo
Chatbot e Live Chat
Ao incorporar uma solução de chat em seu site, você tem duas opções: optar por um live chat ou um chatbot automatizado? Ou você deve tentar usar os dois juntos ou eles devem ser mantidos separados?

A inteligência artificial (IA) transformou a maneira como as empresas interagem e se envolvem com os clientes. Não dá para negar: os negócios modernos estão mudando rapidamente de relacionamentos transacionais para relacionamentos de conversação.

Com o surgimento dos chatbots, as empresas estão obtendo formas inovadoras de construir relacionamentos sólidos com os clientes.

Então, voltamos ao questionamento anterior: se você pudesse escolher entre chatbot e live chat, o que você escolheria para fornecer um bom serviço ao cliente? Ambos os canais criam uma experiência única para os usuários, fornecendo respostas rápidas, para que eles não tenham que esperar por um e-mail ou ligar para o telefone.

No artigo de hoje vamos te explicar os principais conceitos que você precisa saber sobre esses dois modelos de chat para que você possa decidir qual é o melhor para o seu negócio. Tenha uma ótima leitura!


O que é Chatbot?

Os chatbots são essencialmente projetados para melhorar a experiência do cliente, automatizando as vendas e o suporte ao cliente.

No que diz respeito aos prós e contras do chatbot, os bots estão sempre disponíveis para engajar e auxiliar os clientes, respondendo suas perguntas simples e pré-qualificando leads — o que é muito positivo para construir uma base de consumidores sólida e relevante.

Em linhas gerais, os chatbots podem envolver os clientes em sites, aplicativos e aplicativos de integração de mensagens como o Facebook Messenger ou Whatsapp Business, por exemplo.

Os chatbots estão se tornando cada vez mais populares à medida que avançamos na tecnologia de inteligência artificial.

As empresas e os clientes interagem online por meio de uma interface de bate-papo, e o software de IA analisará e responderá às perguntas dos clientes — a ideia é superar as limitações humanas e agilizar o atendimento ao cliente.


O que é Live Chat?

Basicamente, o live chat permite que os usuários se conectem com os representantes de vendas e suporte para obter ajuda em tempo real.

Esse é o canal proativo preferido dos usuários, pois oferece suporte em tempo real. 70% dos consumidores preferem bate-papo ao vivo, e quase dois terços dos clientes que se engajam com uma plataforma de bate-papo têm maior probabilidade de retornar a um site e comprar novamente.

Desse modo, se trata de uma parte integrante de um kit de ferramentas de sucesso de atendimento ao cliente que oferece maior satisfação do cliente em comparação com e-mail e telefone.

Fica claro que os benefícios do live chat são muitos e você pode utilizá-los para melhorar as principais métricas de suporte da sua organização, fidelizando clientes e garantindo uma boa reputação e comunicação.

Continue a leitura do artigo
Database Marketing
Como seu negócio visa clientes B2B em potencial?

Você envia pilhas de lixo eletrônico indesejado enquanto faz muitas ligações não solicitadas por dia? Ou suas estratégias envolvem bancos de dados de marketing, pesquisa cuidadosa, contatos personalizados e construção meticulosa de relacionamentos? Se sua resposta for a última, provavelmente você está usando marketing de banco de dados.

Dados em tempo real. Insights acionáveis. Visualizações 360°. Estratégias de engajamento personalizadas. Campanhas Omnichannel.

É fato: essas podem ser palavras da moda, mas também são essenciais para o marketing eficaz e o crescimento dos negócios. E a Database Marketing é a chave para todos eles.

Então, o que é marketing de banco de dados e por que ele é importante para as estratégias de negócios digitais?


O que é Database Marketing?

O marketing de banco de dados é uma forma de marketing direto. Envolve a coleta de dados do cliente no funil de vendas, como nomes, endereços, e-mails, números de telefone, históricos de transações, tíquetes de suporte ao cliente e assim por diante.

Assim, essas informações são então analisadas e usadas para criar uma experiência personalizada para cada cliente ou para atrair clientes em potencial.

Por exemplo, o marketing direto tradicional envolve a criação de malas diretas, como brochuras e catálogos, e seu envio a uma lista de clientes atuais ou potenciais, na esperança de obter uma resposta positiva.

As MarTechs aplicam o marketing de banco de dados elevando essa estratégia em um passo adiante, procurando entender como os clientes desejam ser comercializados e, em seguida, aplicando esses insights para atender às necessidades do cliente por meio do melhor canal.

Continue a leitura do artigo
Business Intelligence
As empresas que possuem uma cultura data driven dispõem de estratégias que são guiadas por informações reais, como a prática de tomar decisões baseadas em dados, com evidência empírica e não em intuição, especulação ou hipóteses. Saber como analisar dados é fundamental para o sucesso do negócio.

Ao adotar uma cultura orientada a dados, a organização acaba assumindo uma direção que está 100% focada na pesquisa e análise de informações relacionadas aos negócios. O resultado positivo disso é uma compreensão das tendências do mercado e a evolução nos processos e gestão.

A forma de perceber a cultura data driven é a aplicação prática de ferramentas de big data e business intelligence. Com isso, preparamos este artigo com as 4 melhores ferramentas de BI que são essenciais para análise do seu negócio.

Confira o artigo completo

Glossário no Marketing Digital

40 siglas e termos utilizados
Os termos técnicos devem pertencer ao mundo de quem quer impulsionar o seu negócio de marketing digital.

Para ajudá-lo nessa tarefa, separamos 40 termos e siglas de marketing digital que todo empresário deve saber! Confira nossa lista abaixo:

Automação de marketing: quando as etapas de marketing digital se tornam automatizadas e, por isso, fica mais fácil escalar os resultados.


Alcance: número de pessoas que visualizaram um post ou campanha que você veiculou.


Alcance orgânico: número de pessoas que visualizaram um conteúdo naturalmente, sem que houvesse nenhum investimento pago para isso.


Alcance pago: número de pessoas que visualizaram um conteúdo porque houve um investimento pago para isso.


Application Programming Interface (API): grupo de padrões para que softwares, aplicativos e outras plataformas web se desenvolvam e se comuniquem.


Banner: imagem ou vídeo, normalmente promocional, que fica no topo das lojas virtuais para atrair a atenção do consumidor.


Black Hat SEO: estratégias ilícitas ou que usam trapaças para posicionar melhor um site no Google.


Blog: conjunto de textos publicados na internet. É possível ter um site inteiro no formato de blog ou incluir uma sessão de blog em um site institucional ou dentro de um e-commerce, por exemplo.

CAC (Custo de Aquisição por Cliente): valor gasto em marketing e outras estratégias para adquirir um novo consumidor para o negócio. É calculado somando todo o valor investido e dividindo esse número pelo total de clientes conquistados dentro de um período.


Conversão: acontece quando o consumidor compra um produto, contrata um serviço ou realiza alguma ação desejada pela empresa.


CPC (Custo por Clique): valor que é descontado de um orçamento toda vez que um consumidor clica em um link. É muito utilizado em campanhas de links patrocinados, cujo objetivo é fazer com que o consumidor clique em uma publicidade e vá para o site do anunciante.


CTA (Call to Action): chamada para que o consumidor execute uma ação, como comprar, fazer um download ou se inscrever em uma newsletter.

Engajamento: participação de um usuário em algum material seu. Os principais tipos de engajamento nas redes sociais são: comentários, curtidas, reações e compartilhamentos.


Guest post: texto publicado em seu blog por um convidado.


Inbound Marketing: nova tendência de marketing em que a marca desperta o interesse do cliente e faz com que ele vá até ela.


Landing Page: página destinada à um tipo de conversão, sobretudo à criação de leads.

Lead: pessoa que demonstrou interesse no seu mercado, produtos ou marca por meio de um cadastro.


Link patrocinado: publicidade dos buscadores, como o Google, que permite que as marcas criem anúncios relacionados à pesquisa de um usuário.


Link building: estratégias que fazem com que outros sites relevantes, do mesmo segmento, apontem para o seu. O link building é uma importante tática de SEO.


Mobile-friendly: sites, aplicativos e outro conteúdo web que têm design pensado, também, para dispositivos móveis, como smartphones e tablets.


Outbound marketing: marketing mais tradicional, em que a marca procura o consumidor e tenta convencê-lo a comprar.


Opt-in: quando o consumidor, declaradamente, expressa a vontade de receber conteúdo de uma marca, geralmente por e-mail.


Palavra-chave: termo usado como foco de uma campanha ou ação. Pode ser usada para classificar o seu anúncio ou para segmentar uma publicidade, por exemplo.


Page rank: algoritmo do Google utilizado para avaliar e ranquear os sites nas páginas de resultado da mais relevante para a menos relevante.


Page-view: número de visualizações de uma página na internet.


Persona: perfil de cliente criado para guiar as estratégias de marketing e vendas.


Publieditorial: conteúdo patrocinado por uma empresa e publicado em um canal de conteúdo, como um blog ou portal.


Remarketing: estratégia cujo objetivo é identificar consumidores que demonstraram interesse em um produto e convidá-los a finalizar a compra, por meio de publicidade e e-mail marketing.


Responsivo: aplicativos, sites e outros conteúdos web que são mobile-friendly, ou seja, estão disponíveis para dispositivos móveis.


ROI (Return on Investiment): retorno sobre o investimento feito em uma campanha. É calculado em duas etapas. Primeiro deve-se subtrair o custo da campanha pela receita gerada e, depois, dividir o total pelo custo. Na sequência, multiplica-se o resultado por 100.


Segmentação: ato de dividir um mesmo público em grupos para garantir que campanhas de marketing sejam sempre direcionadas para as personas certas.


Search Engine Marketing (SEM): estratégias de marketing digital (incluindo mídia paga) que tem como objetivo destacar um site nas páginas dos buscadores, como o Google.


Search Engine Optimization (SEO): conjunto de estratégias que um site pode adotar para se posicionar melhor nos resultados dos buscadores de forma orgânica.


SERP: nome dado às páginas de resultado que o Google apresenta depois que um usuário faz uma busca.


Taxa de abertura: número de e-mails abertos dividido pela quantidade de e-mails recebidos por seus contatos.


Taxa de clique (CTR): número de cliques que uma peça obteve dividido pelo número de visualizações. Pode ser usada em ferramentas como e-mail marketing e posts de redes sociais.


Teste A/B: teste que consiste em apresentar dois elementos diferentes para o público e avaliar qual deles obtém os melhores resultados.


Visitante: pessoa que fez uma visita ao seu site, blog ou e-commerce.


Visita: número de vezes em que alguém acessou seu site, blog ou e-commerce.


White hat SEO: táticas para posicionar melhor seu site no Google que são aceitas e recomendadas pelo buscador.